Macia (2)

Quando pensamos na aspereza da vida

Perguntamos porque é tudo tão difícil às vezes

Perguntamos porque desta vez não pode ser mais fácil

Porque lutamos tanto para um resultado tão previsível

Será porque não estamos a agir corretamente?

Será que nos negamos a alterar a forma de criar?

Fazendo pequenas alterações na esperança que seja suficiente?

Parece-me que a última é verdadeira

Não mudamos grande coisa mas esperamos um resultado diferente

Recusamos as grandes alterações

Não as queremos

Achamos que não precisamos de mudar

Mas como esperar resultados se não mudamos a essência da existência

Não podemos esperar mudanças sem alterar nada

Alterar a essência para transformar a passagem tornando-a macia

Tão difícil e tão simples

Resistir sem razão

Apenas para tornar tudo difícil

Mudar mudar e tornar a mudar

Não resta qualquer dúvida

Só mudando é que a viagem é macia

Reiniciar a forma de pensar

A forma de atuar

É o que nos resta

Anúncios

2 opiniões sobre “Macia (2)

  1. Belíssima reflexão meu caro amigo Alain… o mundo está em uma eterna mutação, mudando a cada segundo. Porque resistir em mudar nossa maneira de enxergar as coisas ?! Como diz a música Años de Mercedes Sosa: …as velhas discussões vão se perdendo entre as razões. Um forte abraço e tenha um domingo iluminado!

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s